21 de setembro de 2014

Afinal, você aproveita a vida ao máximo?

Hoje eu estava sentada à mesa da cozinha e fiquei pensando que daqui uma semana não terei mais essa cena, não que eu quisesse guardar isso, mas já parou pra pensar como isso é estranho? Aí eu peguei a câmera e tirei uma foto panorâmica (é registrada três poses seguidas). 

Visão geral com direito à visão periférica
Sabe, isso me fez pensar em como há possibilidades em quase tudo nessa vida e acabamos utilizando apenas o básico, ou seja preferimos o mais fácil ao invés de experimentar outros caminhos, com isso perdemos oportunidades de degustar a vida de uma maneira mais completa.

Veja quantas opções a câmera me dá para registrar uma foto:

Flor - fotos reais das pétalas das flores (gosto desse, ressalta a minha pele aveludada)

Festa - festas e casamentos em interiores (branca demais)

Praia - na praia (fiquei bronzeadinha)

Neve - pra neve (muito claro)

Por do sol  - cores mais vivas (e escuras)

Fogo de Artifício - fogo com obturador lento (estranho)

Noite (tripé) - cenas noturnas com obturador lento (efeito assombração)

Noite - Reduz vibração, câmera com ISO alta para cenas noturnas (legal)

Desporto - adequado para movimentos rápidos (:-P)

Panorâmica - (fotografo melhor do lado direito devido o desvio de septo)

Paisagem - cenários claros e rudes tais como montanhas (no caso, geladeira e armário)

Modo Bebê - tons naturais da pele, sem flash (bela finalização do azulejo)

Modo Retrato - tons de pele bonitos e suaves (esse também é bacana)

Luz Natural - bonitas imagens que captam o ambiente ao natural

Natural & Flash - duas fotos, uma sem flash

Natural & Flash - outra com flash 

Programa - modo automático com ajuste programado (não entendi nada, mas tudo bem)

Auto - automático com flash caso necessário

Reconhecimento Cena - as melhores definições da câmera para certos modos
(tipo identificar um rosto)

Texto - captura imagens nítidas de texto (não sou um texto, mas gosto do efeito desse)

Enfim, muito legal! Agora pensa: quantas vezes, por preguiça, adquirimos um equipamento e não lemos o manual? Deixamos de usufruir o máximo dele por justamente não saber quais os benefícios que ele pode nos proporcionar. Um ótimo exemplo é máquina de lavar roupa, ela é programada para nos ajudar, ela não quer ver a gente no tanque, ela tá ali pra isso...

Por que usar preto todo dia se você pode usar uma cor diferente a cada dia da semana?  Por que fazer sempre o mesmo caminho, se há outras ruas em volta? Por que comprar sempre as mesmas marcas e não dar oportunidade a uma desconhecida? OK, agora acione o modo molho de sua máquina de lavar e vá aproveitar a vida! Pense nisso!!!