24 de julho de 2014

A minha evolução segundo os tênis All Star!!!

Uso tênis All Star desde os 12 anos e me lembro que naquela época era tênis de Nerd, como eu realmente era uma Nerd, eu não ligava. Eram cafonas, baratos e quase ninguém na escola tinha um, enfim tênis de perdedor:

1992 - O meu primeiro era cano baixo, tradicional, cor vinho e usei até abrir "boca de jacaré" na parte de trás, o que não significou absolutamente nada porque abria, eu colava, abria, eu colava, fiz isso por muito tempo até não ter mais jeito...

A listra era vermelha!
1994 - Cano alto, cor grafite e era apertado. Usei pouco porque eu estudava longe de casa e não aguentava ficar o dia todo com ele.

Apertado demais pro meu gosto!!!
1996 - Cano baixo, tradicional, cor preta, com a listra vermelha. Esse eu usei muiiiitttoooooo, foi mais ou menos como o primeiro, descolou várias vezes e eu mandei cola.

Bom e velho de guerra!!!
2001 - Cano baixo, tipo jeans, num tom azul com cadarço cinza. Foi o que eu mais gostei, como eu usei esse tênis! Ele não chegou abrir atrás, mas ficou tão gasto que eu não conseguia mais usar de tão fina que a sola ficou.

Aqui ele já estava bem velhinho - 2005
2001 - Cano alto, preto, listra vermelha. Comprei na época do frio e usei pouco, o modelo cano alto fica apertado no meu pé. Na época da faculdade eu o cortei, ele ficou exatamente igual a um cano baixo, me baseei no modelo que eu tinha e cortei. Usei razoavelmente. Esse foi o último modelo fiel ao All Star original.

Preto cano alto - um clássico!!!
2001 - Cano baixo, preto, um modelo divertido com luas e estrelinhas. Esse também usei bastante até ficar com a sola bem fina. O engraçado é que eu percebi que a textura dele era diferente dos outros e ele acabou ficando mais gasto antes do tempo, a palmilha e o cadarço também eram de qualidade inferior.

As luas e estrelinhas eram bem discretas (não achei parecido)
Até essa época, o tênis All Star custava por volta de R$ 25,00, por isso que em 2001 eu cheguei a comprar três pares. Era barato, ninguém gostava e eu já trabalhava, então eu mesma bancava. A sensação que eu tinha é que eu era a única pessoa na face da Terra que gostava de All Star (eu e os Ramones).

Hey ho, let's go!!!
Após esse período, o All Star começou a ser chamado de Converse e lançaram vários modelos super diferentes do tradicional, com desenhos, estampas, bem altos, cadarços cada vez mais coloridos, enfim o negócio ficou popular e consequentemente, os preços foram lá para as estrelas.

O negócio ficou meio avacalhado, viu?
Depois de um tempo (a essa altura o meu segredo já estava no pé de todo mundo), eu senti saudades e voltei a tê-lo de novo:

2011 - Cano baixo, todo preto inclusive a parte da sola e o cadarço. Já como Converse, com  qualidade inferior e ele deformou rapidamente. Os antigos eram mais resistentes, adquiriam a forma do pé, mas não deformavam com tanta facilidade.

Vejam o bico inclinado pra cima, o antigo não fazia isso!!!
2012 - Cano baixo, modelo skid grip, verde xadrez. Achei moderno demais quando comprei, mas depois que usei a primeira vez, adorei. É prático, não tem cadarço, é só enfiar o pé e pronto. Esse modelo é bem anos 80.

Esse eu recomendo, pretendo ter mais!
2013 - Cano baixo, estampa de flores e caveiras em preto e branco, cadarço preto. Olha, eu tentei me adaptar a ele, mas ele não foi com a minha cara, ou melhor meu pé. É duro, não quer lacear de jeito nenhum e não quero mais, usei super pouco, vou doá-lo.

Acho que será meu último do modelo tradicional!
É, o All Star mudou bastante. Pra dizer a verdade, muitas coisas mudaram nos últimos anos, a mudança é necessária para que haja uma maior aceitação do mercado, afinal as empresas antigas que não se modernizam acabam fechando. Com o All Star não foi diferente, eles tiveram que se modernizar para atingir outros públicos e assim, se manterem no mercado. Hoje, a marca Converse, é muito conhecida e valorizada (tem até imitação, Super Star), por um lado é bom, pois o All Star continua sendo produzido, e por outro é ruim porque nem sempre as mudanças vêm acompanhadas de qualidade.

Tem pra todos os gostos. Gostos???
Eu sempre vou me lembrar do bom e velho All Star, com aquela lona dura e resistente que se moldava ao nosso pé conforme usávamos. Não ficava torto feito uma canoa e a boa e velha Super Bonder dava um jeito quando a "boca de jacaré" resolvia aparecer. 

O bom e velho All Star - O original
Reparem que o antigo vinha escrito All Star na palmilha, o cadarço era grosso de puro algodão, lona e solado firmes, e a lingueta tinha uma etiqueta que abarcava os dois lados com a marca bordada em azul.

All Star, velhos tempos...